Deputada Liziane protocola PL para homenagear policiais civis e militares mortos em serviço

Depliziane / 17 agosto / 1 Comentário / 1250


27064516763_e0c1fa126b_k

A deputada Liziane Bayer (PSB) protocolou na terça-feita (16), um projeto de lei que institui dias estaduais em homenagem ao Policial Civil e ao Policial Militar, mortos em serviços, incluindo-os no Calendário Oficial de Eventos do Estado do Rio Grande do Sul.  Pelo projeto, fica instituído o dia 02 de dezembro como o dia estadual em homenagem aos policiais civis e dia 08 de agosto, aos policiais militares.

A proposição da deputada Liziane, construída juntamente com a Chefia de Polícia e o Comando da Brigada Militar, visa valorizar e reconhecer esses profissionais publicamente, que tombaram em defesa da sociedade. “Sabemos que a lacuna da perda desses valentes para os familiares jamais será preenchida. Mas, que esse reconhecimento do Estado chegue para minimizar essa dor.  Foram homens e mulheres, muitos deles chefes de família, bravos e valorosos, que com abnegação e destemor não se recusaram e nem se afastaram de cumprir com sua obrigação. É uma justa homenagem”, ressaltou Liziane.

A homenagem no dia 2 de dezembro, aos policiais civis, sugerido pela Chefia de Polícia, lembra a data em que o investigador policial Carlos Heitor Bossle, mesmo de folga, tombou ao socorrer um vizinho que estava sendo assaltado em 2013. Na perseguição aos assaltantes outro policial civil, em serviço, veio a falecer. Daí, a escolha para que a data lembre além de Bossle, todos os policiais civis mortos em serviço.

A Brigada Militar indicou o dia 08 de agosto, para lembrar o triste episódio que ceifou a vida do cabo Valdeci de Abreu Lopes, em 1990, morto no centro de Porto Alegre, atingido pela foice de um agricultor enraivecido que protestava numa manifestação organizada pelo movimento dos sem-terra. Da mesma forma que homenageia Lopes, o dia servirá para homenagear todos os policiais militares tombados em serviço.

A deputa Liziane espera que a lei seja aprovada e sancionada pelo governador José Ivo Sartori, por se tratar de justa e oportuna a homenagem.

 

Texto: Raquel Quevedo

Foto: Elaine Martins/Banco de Dados